Têxtil e Calçado

Como em outros sectores industriais, no sector têxtil podem ser obtidos benefícios significativos através do controlo e manutenção do ambiente fabril por meio de um sistema de aspersão MICROASPERSORES.

Nos estabelecimentos que não são climatizados com um sistema de humidificação encontram-se muitas vezes problemas na produção de têxteis, em que o tecido e a textura cedem a roturas dos fios e à formação de electricidade estática.

Até que sejam transformadas em telas, as linhas de fio devem manter um equilíbrio entre a própria humidade e a humidade ambiente. Assim, um desequilíbrio nos níveis de humidade é facilmente perceptível e pode ter consequências na produção.

Através de um sistema de nebulização MICROASPERSORES é possível aumentar a resistência e a tracção de todas as fibras naturais, retirando a electricidade estática, melhorando o processo de elaboração e o controlo das fibras residuais.

É muito importante salientar que uma melhoria nas condições climatéricas na área de trabalho provoca um aumento na motivação e produtividade dos trabalhadores.

  • A ELECTRICIDADE ESTÁTICA

Eliminação da Electricidade Estática prejudicial ao funcionamento das máquinas:

A elaboração de telas e tecidos com uma alta concentração de linhas sintéticas possui uma maior probabilidade de adquirir electricidade estática. Por este motivo podem verificar-se paragens no processo produtivo, causadas pela rotura de linhas e pela aderência electroestática.

Tendo como exemplo um laboratório onde são elaborados tecidos em nylon é indispensável uma humidade relativa na ordem dos 50%, e em contrapartida para a elaboração do algodão é necessária uma humidade relativa na ordem dos 40% por forma a corrigir o grau de electricidade estática.

Os valores considerados viáveis encontram-se normalmente entre os 55% e os 70%, pois oferecem uma melhor qualidade de produto com tempos reduzidos de pausas para correcções, aumentando assim o rendimento de produção.

  • CONTROLO DO PÓ

Com os sistemas de humidificação é possível reduzir o pó suspenso no ar. Quando o ar está humidificado, os fios com pó absorvem muita dessa humidade, e como consequência dá-se um aumento de peso de partículas de pó, impedindo que se difundam com facilidade.

  • AMBIENTE DE TRABALHO

O problema do ar seco consegue verificar-se especialmente nos meses de Inverno, quando são utilizados os sistemas de aquecimento nas áreas de trabalho. Um ambiente seco prejudica também o nosso bem-estar criando diversos problemas:

  • Nariz e Olhos secos, verificando-se queimaduras, perigo de infecções, provocando dores de cabeça, acompanhados de sintomas de desidratação;

  • Aumenta a evaporação e suspensão de solventes, pinturas e colagens;

  • Alta concentração de pó no ar;

  • Electricidade Estática, gerando problemas na produção e posteriores paragens, levando a um stress laboral.

Caso pretenda um orçamento específico para o seu caso particular, por favor não hesite em entrar em contacto, através do formulário de pedido de orçamento. O nosso Departamento Técnico entrará em contacto consigo o mais depressa possível.

Privacy Preference Center

Necessary

Advertising

Analytics

Other